Você sabe a importância da tecnologia como ferramenta de ensino?

Tempo estimado de leitura: minutos

group of kids with teacher and tablet pc at school

O uso da tecnologia como ferramenta de ensino traz diversas possibilidades para os professores e para a educação de forma geral, facilitando o aprendizado e aumentando o interesse por parte dos alunos. Quando falamos de inovações no ensino, focamos na convergência entre conteúdo e novos meios de interação. Podendo ser por meio de notebooks, tablets, smartphones, lousa digital,  entre outros.

Tecnologia como ferramenta de ensino é uma realidade

A tecnologia hoje é parte do nosso cotidiano em casa, no trabalho e nas horas de lazer. Com a educação não poderia ser diferente; afinal, é preciso integrar a realidade dos alunos aos métodos de ensino. Os estudantes de hoje não se comportam da mesma forma que os estudantes de 5 ou 10 anos atrás, assim como também não são estimulados da mesma forma nem têm as mesmas necessidades.

O papel do professor se altera de fonte máxima de conhecimento, para facilitador do processo de aprendizagem, usando as inovações como ferramentas para agregar e atrair a atenção dos seus alunos. A integração entre os modelos de ensino online e presencial é conhecido como híbrido e proporciona aos estudantes uma experiência que reúne o melhor dos dois mundos, a experiência do professor e novas tecnologias, além de incentivar o aprendizado colaborativo e a flexibilidade do conteúdo online.

Vantagens e desafios

Se essa nova forma de ensino faz com que os alunos se interessem mais e aprendam melhor e mais rápido, também é verdade que traz diversos desafios.

Os professores ainda estão aprendendo a usar essas tecnologias de maneira que tragam benefícios ao processo de aprendizagem, deixando de lado o estigma de que elas tiram o foco dos alunos. Por parte dos alunos é necessário atenção e maturidade para não se renderem às distrações.

De forma geral, esse é um modelo de ensino positivo e eficiente, que proporciona um aprendizado mais interessante e personalizado por meio de videoaulas, jogos, e-books, realidade virtual e outras ferramentas disponíveis. Ele permite muito mais  flexibilidade e autonomia por parte dos alunos, que podem encontrar o seu próprio ritmo de estudo e otimizar o tempo disponível, sem deixar de lado o apoio e a orientação do professor.

Conclusão

Este método privilegia a interação com o estudante, melhorando assim o aprendizado e a absorção de conteúdo, aumentando o interesse e o envolvimento do aluno.

Como podemos ver, a tecnologia como ferramenta de ensino tem muito a agregar não só para a sala de aula e para o professor, mas principalmente para o aluno.  A experiência e rendimento dos alunos, aliado ao melhor aproveitamento do tempo dos professores ganham um grande impulso.

Saiba mais sobre o uso da tecnologia na educação neste próximo post!