☣️ COVID-19 ☣️ atendimento durante a quarentena: Seg a Sex das 09h às 18h | exclusivamente por CHAT, WhatsApp e e-mail

Homeschooling: o desafio de manter o ensino de nossas crianças em época de quarentena

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

O tema do homeschooling, ou educação domiciliar, estava em discussão há algum tempo, mas a pandemia do coronavírus e a suspensão das aulas em todo o Brasil intensificaram esse debate. Com a quarentena, os pais precisaram lidar com o desafio de trazer para casa a tarefa de ensinar aos filhos os conteúdos educacionais que as escolas tiveram que adaptar seus modelos de ensino.

Em 2019, de acordo com o Censo Escolar, havia 47,9 milhões de alunos matriculados na rede pública e particular em todo país, incluindo Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. 

A suspensão das aulas presenciais foi determinada em todos os Estados e redes de ensino desde março, mas escolas e famílias ainda estão buscando formas de minimizar esse impacto, com a suspensão das aulas presenciais, determinada em todos os Estados e redes de ensino desde março.

Além disso, outro momento crucial, que exigirá o máximo dos gestores escolares, será quando da liberação do retorno às salas de aulas. O governo federal determinou que as instituições de ensino poderão distribuir a carga horária em período diferente dos 200 dias letivos previstos em lei, porém as escolas precisarão refazer o horário escolar e cumprir  a carga horária anual mínima de 800h.

Para garantir o cumprimento da carga horária, as instituições poderão contabilizar as atividades realizadas durante o período de isolamento, porém, em muitos casos será necessário fazer a reposição das aulas utilizando o período das férias escolares, aumentando a carga horária diária das turmas, usando o contra-turno ou então, utilizando finais de semana e recessos.

O que é homeschooling?

Homeschooling, ou home education, é o termo usado para descrever a educação domiciliar, uma modalidade em que os pais, tutores ou professores particulares lecionam o conteúdo educacional para as crianças em casa.

Essa prática é legal em países como Inglaterra e Estados Unidos, mas não é regulamentada no Brasil, onde crianças a partir de 4 anos devem, por lei, ser matriculadas em escolas.

No entanto, o termo homeschooling está sendo usado no contexto atual de quarentena para descrever a educação a distância, quando os pais ou responsáveis precisam assumir o papel de professores com o apoio das instituições de ensino. O que tem sido motivo de graves situações de estresse para pais e alunos

Algumas escolas, públicas e privadas, optaram por adiantar as férias do meio do ano para abril, enquanto outras estão procurando alternativas para não interromper o ensino, como aulas online e a aplicação de atividades com a supervisão dos pais. 

Quando as aulas presenciais retornarem, as escolas precisarão adaptar sua grade horária e conciliar com as atividades que estavam sendo ministradas a distância. Para isso, será importante elaborar os horários escolares equilibrados para facilitar os processos internos sem prejudicar o aprendizado dos alunos.

Com uma escola organizada e os horários prontos desde o primeiro dia de retorno às aulas presenciais, a rotina dos professores e gestores é otimizada para que possam se dedicar aos alunos nesse momento de transição.

Desafios do homeschooling

A educação a distância apesar de ser a única opção para estes tempos de isolamento social, apresenta grandes desafios. Especialmente em tempos de isolamento social, mas também tem seus desafios.

Para muitas famílias, estabelecer uma rotina para as crianças, a dificuldade de concentração dos pequenos e a falta de experiência em ensinar têm sido os maiores problemas. É importante ressaltar que o homeschooling não é a única atividade do dia e deve ser conciliado ao trabalho em home office dos pais e à realização das tarefas domésticas, o que está deixando muitas pessoas esgotadas.

As escolas também estão precisando lidar com a cobrança de muitos pais que não querem deixar os filhos ociosos e ao mesmo tempo adaptar seus processos para não prejudicar o ensino e o aprendizado.

Uma forma de lidar com os desafios do homeschooling em tempos de quarentena é compreender que a escola, os alunos e a família devem trabalhar em equipe e entender que, muitas vezes, o convívio de qualidade é mais importante do que manter a criança ocupada. 

O excesso de atividades e conteúdos da escola podem causar ansiedade e frustração para todos os envolvidos, então é fundamental buscar o equilíbrio para melhorar o aprendizado.

Nesse cenário, a escola deve atuar como um intermediário e dar suporte para que os pais não se sintam sobrecarregados e insuficientes. Esse momento também pode ser uma oportunidade para que todos questionem os velhos hábitos e analisem sua eficácia, em busca de aprimorar o processo de ensino e aprendizado.

Como ajudar as crianças na educação a distância

Para as crianças menores, da Educação Infantil, é importante estimular as brincadeiras e o convívio familiar. Músicas, livros, filmes e atividades da casa, como cozinhar, ajudam no desenvolvimento dos pequenos. 

Já no Ensino Fundamental, muitas crianças começam a desenvolver autonomia de estudar por conta própria – o que deve ser incentivado e supervisionado pelos pais mesmo após as aulas presenciais retornarem.

Confira outras dicas para ajudar as crianças no homeschooling:

  • Monte um cronograma de horários e tente estabelecer uma rotina semelhante à que eles tinham quando iam à escola;
  • Mantenha a comunicação com amigos, colegas e professores por meios virtuais;
  • Valorize o momento futuro de retorno às salas de aula;
  • Explore a criatividade das crianças e ajude-as a descobrir novas atividades;
  • Estimule brincadeiras e exercícios físicos.

O cenário ainda é incerto e todos estão se adaptando às novas condições de trabalho e homeschooling. Além disso, quando as aulas presenciais retornarem, será preciso que pais, professores e a equipe pedagógica estejam unidos e dedicados a encontrar a melhor maneira de estimular o aprendizado dos alunos em um momento que, imaginamos, estarão sobrecarregados com as reposições de carga horária e conteúdo.

Neste momento, uma grade horária bem elaborada e equilibrada pedagogicamente, manterá sua escola organizada desde o primeiro dia do retorno às aulas presenciais. Isto fará toda a diferença no desempenho de alunos e na motivação dos professores. Conte com o URÂNIA para resolver a montagem das grades horárias de sua escola. Afinal, nossa missão é – junto com você, trabalharmos em prol da melhoria da educação no Brasil.

Por isso, nós da Geha Sistemas Especialistas, empresa desenvolvedora do URÂNIA, estamos buscando formas de dar suporte às instituições de ensino nesse momento de crise 

Nossa missão é contribuir com a melhoria do ensino e da qualidade de vida das pessoas ligadas à educação. Com o URÂNIA, a escola se mantém organizada desde o primeiro dia da volta das aulas presenciais e os profissionais podem se organizar e se dedicar integralmente às tarefas ligadas ao ensino.

Ao utilizar um software de elaboração do horário escolar é possível criar grades com alta qualidade pedagógica, o que refletirá no desempenho dos alunos e na motivação dos professores. 

Conte com o URÂNIA para o retorno às aulas presenciais.