☣️ COVID-19 ☣️ atendimento durante a quarentena: Seg a Sex das 09h às 18h | exclusivamente por CHAT ou pelo e-mail contato@horario.com.br

A importância da valorização do professor no ambiente escolar

Tempo estimado de leitura: 7 minutos

A valorização do professor é o primeiro passo para garantir uma educação de qualidade. A atuação do docente tem impacto dentro e fora de sala de aula, seja no desempenho dos estudantes, na qualidade da escola e no progresso do país. Para isso, o professor deve ser remunerado de forma adequada, receber os recursos necessários para realizar sua função e ter voz ativa na elaboração de políticas públicas para a educação.

A valorização do professor passa por diversos fatores e é um dos grandes desafios do nosso país. Segundo o relatório Global Teacher Status 2018, elaborado pela Varkey Foundation, o prestígio da profissão no Brasil tem o pior índice entre os 35 países avaliados. 

A escala de avaliação vai de 1 (nota mais baixa) a 100 (mais alta) e o Brasil teve apenas um ponto. A primeira colocada foi a China, que recebeu a pontuação máxima, seguida por Malásia, com 93,3, e Taiwan, que alcançou 70,2.

Outra conclusão da avaliação feita pela ONG voltada a estudos na educação é que o prestígio do professor não está relacionado apenas à remuneração média. Esse conceito também envolve a atratividade da carreira para os jovens, o respeito pelos profissionais, as condições de trabalho e a valorização da profissão em políticas públicas.

A falta de valorização do professor faz com que estudantes com bom desempenho optem por carreiras mais prestigiadas e com melhores salários. Isso gera um ciclo vicioso de desmotivação dos profissionais, que também não recomendam a profissão aos mais jovens.

De acordo com o estudo, a valorização dos docentes está ligada ao bom desempenho dos estudantes, pois os países que apareceram nas últimas posições do ranking também apresentam as pontuações mais baixas no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa).

Em 2019, o Brasil teve um baixo desempenho no Pisa e caiu no ranking de matemática e ciências, se mantendo abaixo da pontuação de países desenvolvidos e da média de países da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), que realiza o exame em 80 países.

Em um cenário educacional ideal, o professor é valorizado pela escola, pelo governo e pela sociedade devido à importância do seu papel na construção de um país melhor. Para isso, deve receber todo o suporte necessário para realizar seu trabalho, inclusive a utilização da tecnologia para facilitar sua rotina dentro e fora de sala de aula.

A tecnologia e o papel do professor

Com o tempo e o avanço da tecnologia, o papel do professor em sala de aula passou por diversas mudanças. O ensino também está sendo constantemente reformulado para atingir os novos perfis de alunos que já nasceram em uma sociedade cada vez mais conectada.

Assim, cabe aos professores, que lidam diariamente com alunos, pais, pedagogos, coordenadores e diretores, compreender essa nova realidade e buscar novas formas de potencializar o processo de ensino e aprendizagem. Para isso, podem contar com a tecnologia para automatizar tarefas, facilitar a gestão de sala de aula e aumentar o desempenho dos alunos.

A distribuição adequada das aulas no horário escolar, por exemplo, é uma atividade complexa se for realizada manualmente. Com a tecnologia, é possível distribuir as disciplinas com o objetivo de incentivar o aprendizado dos estudantes. 

Atualmente o professor tem um papel de mediador para ajudar o aluno a desenvolver autonomia e se tornar protagonista do próprio aprendizado. Dessa forma, a dinâmica em sala de aula é mais voltada ao diálogo entre aluno e professor, que deixa de ser apenas um transmissor de conteúdo para assumir uma função de facilitador para os estudantes.

As mudanças tecnológicas impactam diretamente a valorização do professor que, ao automatizar tarefas, pode se dedicar à sua formação e adquirir novos conhecimentos, ou se concentrar em construir um relacionamento próximo dos alunos. 

Da mesma forma, com o objetivo de contribuir para a formação integral dos alunos, o professor deve desenvolver estratégias colaborativas de trabalho com outros professores para identificar as demandas dos estudantes e encontrar maneiras de supri-las. 

O docente deve ajudar o aluno a participar ativamente das aulas e se tornar protagonista do próprio processo de ensino e aprendizagem. Nesse sentido, a tecnologia tem papel fundamental na mudança de paradigmas e oferece recursos essenciais para melhorar a qualidade do ensino e colaborar para a valorização dos professores.

Valores URÂNIA

O URÂNIA é um software de elaboração do horário escolar com efeito direto sobre o dia a dia de alunos, professores e gestores. A Geha, empresa desenvolvedora do URÂNIA, tem como missão contribuir com a melhoria do ensino e da qualidade de vida das pessoas ligadas à educação.

Por isso, o programa URÂNIA foi criado para ser uma solução completa e proporcionar as ferramentas necessárias para melhorar o bem-estar do professor, respeitando sua integridade e seus interesses. Confira algumas vantagens do URÂNIA para a valorização do professor:

1. Conhecimento do horário antes do início das aulas

É comum os professores trabalharem em mais de uma instituição de ensino ou em vários turnos na mesma escola. Para não gerar conflito de horários, é preciso levar essas informações em consideração ao elaborar as grades. 

Com o URÂNIA, o gestor pode incluir as disponibilidades dos professores e gerar o horário antes do início do ano letivo. Ao receber sua grade com antecedência, o professor pode fazer seu planejamento pessoal e separar tempo para organizar as aulas, adquirir mais conhecimento e passar tempo com a família, por exemplo.

Dessa forma, os profissionais podem programar suas rotinas e não têm surpresas com o horário escolar ao chegar à instituição no primeiro dia de aula.

2. Liberdade para escolher seus horários

Antes de começar a elaboração do horário escolar, o gestor pede aos professores que enviem suas disponibilidades, a partir disso, começa a organizar as grades das turmas de acordo com a informações passadas pelos docentes. No entanto, quando o horário é feito manualmente, essa tarefa leva tempo e, em muitos casos, os professores precisam ceder em alguns pontos para que a grade possa ser finalizada.

Com o URÂNIA não há esse problema, pois a inteligência artificial do software gera o horário a partir das informações inseridas no sistema. Dessa forma, as disponibilidades dos professores são respeitadas ao máximo, evitando conflitos entre os docentes e o responsável por criar as grades.

3. Otimização do tempo e redução de deslocamento

Muitos professores passam horas em deslocamento, seja de casa até o trabalho ou entre várias escolas. Em alguns casos, o docente também passa muito tempo no trânsito para chegar à instituição de ensino e dar apenas uma aula. 

Com o URÂNIA é possível otimizar o tempo de deslocamento ao concentrar as aulas no mínimo de dias possíveis. Dessa forma, o professor tem mais tempo livre para organizar as aulas e se dedicar ao aprendizado dos alunos.

4. Possibilidade de gerir seu próprio tempo

A valorização do professor também passa pela sua autonomia em escolher como prefere dar suas aulas – geminadas, separadas ou em conjunto com outra disciplina, por exemplo. Com isso, o profissional pode gerenciar melhor seu tempo e organizar as aulas, assumindo o papel de gestor mais do que apenas um transmissor de conteúdo.

A disposição das disciplinas tem conexão direta com o desempenho dos alunos e seu rendimento em sala de aula. Já no caso dos professores, o atendimento às suas preferências quanto a distribuição das aulas tem relação direta com a satisfação dos docentes.

5. Alunos motivados em sala de aula

Um bom horário escolar é capaz de motivar alunos e professores. Por isso, utilizar o URÂNIA para organizar a disposição das disciplinas tem impacto direto dentro e fora de sala de aula, pois alunos motivados e descansados ficam mais interessados nas aulas.


Assim, os professores também ficam mais dispostos a ensinar e a propor tarefas diferenciadas, projetos interdisciplinares e muito mais. Com a garantia de um horário organizado, também é possível sugerir atividades em outros espaços da escola, como laboratórios, auditórios e quadras de esportes, pois o URÂNIA também oferece todos os recursos necessários para a gestão desses ambientes.

6. Capacitação continuada por disciplina

Com o controle completo do tempo de todos os envolvidos na gestão escolar, é possível programar horários livres de acordo com a disciplina e oferecer cursos, workshops e capacitações para os professores. Assim, a escola contribui para a valorização dos profissionais e aumenta a qualidade de ensino sem precisar reduzir a carga horária.

A capacitação continuada é essencial para uma escola de qualidade e permite que os professores adquiram cada vez mais conhecimento para transmitir aos alunos.

O URÂNIA é a solução completa para melhorar a gestão da instituição de ensino e contribuir para a valorização dos professores. Para saber mais sobre as vantagens do sistema, entre em contato com os nossos consultores.