4 dicas de gestão da sala de aula

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

O trabalho do professor em sala de aula vai muito além de transmitir o conteúdo programado para os alunos e, muitas vezes, ocorrem imprevistos e situações que precisam ser contornadas. Nesse sentido, ter uma boa gestão da sala de aula facilita o trabalho para que o docente possa melhorar o processo de ensino e aprendizagem.

O que é gestão da sala de aula?

A gestão da sala de aula é considerada como as ações que o professor deve realizar para manter um ambiente favorável a uma aprendizagem significativa e também ao crescimento emocional e social dos alunos. 

Para isso, o professor precisa ter os conhecimentos e habilidades necessários para executar bem a sua função. Essas competências são adquiridas por meio de formação continuada e da prática com os alunos – principalmente se o educador tiver o apoio do coordenador e outros integrantes da equipe pedagógica.

Dicas de gestão da sala de aula

Alguns problemas que atrapalham a gestão da sala de aula são comuns e podem ser previstos para que o professor tenha uma solução preparada. Porém, como nem sempre é possível antecipar as atitudes dos alunos, reunimos algumas situações comuns com soluções que podem ser aplicadas no dia a dia.

Confira algumas dicas de gestão da sala de aula:

  • Dificuldade de aprendizagem

Todo professor sabe que alunos diferentes aprendem de formas diferentes, mas como lidar com estudantes que não sabem o conteúdo, estão adiantados demais ou uma turma que resiste a novas atividades?

Em primeiro lugar, o professor não pode se intimidar e deve persistir no conteúdo, mudando apenas a abordagem ou a metodologia de ensino. Também é importante que o docente realize avaliações periódicas para identificar o nível de aprendizado dos alunos e encontrar formas de mantê-los equilibrados.

Uma forma de incluir a turma toda é planejar atividades paralelas, de acordo com os níveis de conhecimento, e acompanhar individualmente os alunos. Porém, se a maioria estiver com dificuldades de aprendizagem, o professor deve reservar um tempo para revisar o conteúdo e encontrar outras alternativas, como propor atividades mais práticas, por exemplo.

  • Indisciplina

A indisciplina é um dos maiores problemas para a gestão de sala de aula. Antes de buscar uma solução, o professor deve observar em quais momentos ela ocorre e como se caracteriza. A partir disso, é possível agir para evitar o tumulto durante as atividades.

Porém, é importante destacar que nem sempre interação entre os alunos demonstra indisciplina. Se a turma estiver argumentando, falando e compartilhando questões sobre o tema proposto pode ser interessante estimular o diálogo.

Conversar também é a principal solução para a gestão da sala de aula em caso de desentendimento entre os alunos. Mais do que punir, o professor deve atuar como um mediador dos conflitos para entender os motivos da discussão e ajudar os estudantes a lidarem com o problema.

  • Problemas de comunicação entre professor e aluno

Em alguns casos, o professor percebe que os alunos não interagem ou respondem apenas “sim” ou “não” para as perguntas realizadas. E agora?

Na maioria das vezes, essas atitudes podem ser o sintoma de um problema maior, como a dificuldade de conduzir a relação com alunos, que interfere no aprendizado. Assim, o professor deve ficar atento para verificar se todos participam das atividades em grupos ou em duplas. Se eles não conseguirem produzir cooperativamente, o educador pode ajudar na organização das equipes para que construam aos poucos a autonomia necessária.

Da mesma forma, se os alunos não conseguem interagir com o professor, pode ser que o problema esteja nas perguntas lançadas. É preciso formular questões abertas que exigem reflexão e posicionamento. Assim, os alunos podem desenvolver o raciocínio e aprender a articular os pensamentos e se expressar. 

  • Falta de motivação dos alunos

Muitas vezes o professor apresenta uma atividade que não desperta o interesse dos alunos. Nesse caso, o primeiro passo é refletir sobre a atividade para identificar o que pode ser melhorado. 

Além disso, para lidar com uma classe desmotivada o professor pode começar conversando com os alunos para entender seus interesses e pontos de vista. Também é importante propor atividades sempre variadas, usar recursos tecnológicos, jogos diferentes, e encontrar outras formas de estimular a curiosidade da turma.

Portanto, para facilitar a gestão da sala de aula é importante observar a turma e estimular o diálogo. A partir das opiniões dos alunos é possível entender o que pode ou não ser aproveitado e alterar o planejamento do ano letivo.

Outro elemento que corrobora para um ambiente propício ao aprendizado é uma grade de horários gerada com qualidade, pensada de forma a aumentar o rendimento dos alunos e também dos professores. Uma grade que evita que o professor tenha que se deslocar com frequência entre as aulas ou que uma mesma disciplina seja sempre alocada no primeiro ou último horário do turno, são exemplos de detalhes relacionados ao horário escolar que tem impacto direto no desempenho em sala de aula.

O URÂNIA é um software de elaboração de horário escolar que otimiza o tempo de gestores e professores, melhorando o desempenho dos alunos. Ao utilizar a tecnologia para criar o horário você obtém uma grade com qualidade pedagógica, que facilita a gestão da sala de aula. Conheça os depoimentos de quem utiliza o URÂNIA no dia a dia e fale com os nossos consultores.