Blog

25 de julho de 2018

Dicas para uma estratégia pedagógica inovadora

GESTÃO ESCOLAR

Dicas para uma estratégia pedagógica inovadora

Tempo estimado de leitura: 5 minutos


Este artigo é direcionado para os coordenadores pedagógicos. Te auxiliaremos com 4 dicas para manter os professores e alunos engajados na escola utilizando atividades e métodos que melhoram o aprendizado. Vamos lá?


25 de julho de 2018 - 09:00 - atualizado em 12 de julho de 2018 - 09:15


Obter o engajamento de todos os envolvidos no ambiente de ensino não é uma tarefa fácil. Por isso, é necessário o esforço dos coordenadores pedagógicos para estabelecer esse processo, de modo que, os resultados possam ser percebidos no desempenho do corpo docente e alunos.


Durante o desenvolvimento dessa tarefa, inúmeros desafios podem surgir, a começar pelas diretrizes. Não se pode tomar decisões sem o cuidado de respeitar as propostas do MEC, mesmo que em seu âmago você sinta que algumas mudanças poderiam melhorar consideravelmente o ambiente escolar.


Além do governo, outros parâmetros devem ser seguidos quando se pensa em estabelecer estratégias pedagógicas eficientes. Mas calma, é difícil sim, porém não é impossível buscar alternativas que solucionem esses problemas. Se você não sabe por onde começar, confira nossas dicas:



1. Ajudar a erradicar o analfabetismo funcional no Brasil


O português brasileiro certamente é um dos idiomas mais belos e com a gramática mais complexa, pois está repleta de pequenas exceções. Dada as dimensões continentais do nosso país, podem haver ainda mais variações linguísticas, tornando-se cada vez mais complexo encontrar alunos que saibam como escrever gramaticalmente correto.


Basta dar uma olhada nas redes sociais para avaliar o quão decadente o uso do nosso idioma está se tornando. É claro que, com o passar do tempo algumas palavras podem cair em desuso, dando lugar a novas com o mesmo sentido. Contudo, é uma lástima perder a vastidão lexical que temos para gírias internacionais, por exemplo. Por isso, cabe aos coordenadores indicar ações com o intuito de conservar esse patrimônio cultural indispensável que é o idioma. Para a manutenção desse acervo, sugerimos:


• Optar por novas abordagens para cultivar novos leitores: Para os professores, mesmo após a vida acadêmica, acaba se tornando um hábito natural o exercício da leitura diária, bem como escrever de forma coerente e coesa. Contudo, repassar e incentivar esse conhecimento aos alunos exige muito cuidado, de modo que não torne o ensino maçante. Algumas estratégias podem ser utilizadas para fugir dos métodos convencionais e ensiná-los, de forma mais agradável, a desenvolver o prazer por ler e escrever. Um exemplo disso pode ser a elaboração de rodas de leitura, com artigos selecionados pelos próprios alunos. Proponha para os professores de sua escola substituir a imposição de textos obsoletos — que despertam pouco interesse dos alunos — por tópicos que eles escolham e queiram discutir.


• Trabalhar a interpretação de texto: Diversos fatores podem interferir nos problemas relacionados à interpretação, dentre eles o repertório cultural, diferenças regionais, preguiça para ler as questões por completo, etc. Auxilie seus professores indicando conteúdos que fomentem a interpretação. Podem ser os mesmos utilizados no tópico anterior, mas faça com que os alunos defendam seus textos, incentive para que leiam o material um dos outros e entendam do que se trata. Ofereça também àqueles que tiverem mais dificuldades, oficinas específicas para a elaboração de textos dissertativo-argumentativos.


• Gamification: O ser humano é competitivo por natureza. A estratégia de utilizar jogos para o aprendizado deve ser vista como uma importante aliada da educação. Além de coligar diversão ao aprendizado, essa abordagem pode render ótimos frutos. Criar pequenas competições entre os alunos em busca do conhecimento é uma alternativa para motivá-los a querer aprender cada vez mais. Os prêmios podem ser revertidos em um ranking de melhores alunos, notas, distribuição de brindes ou outra alternativa que a Instituição de Ensino possa oferecer. Use sua criatividade!



2. Saber dar feedbacks para os alunos


A abordagem escolhida na hora da revelação das notas é um fator importante. Muitas vezes, a frustração dos alunos em relação a determinada disciplina pode ser proveniente da forma como o docente explanou sobre seus erros. Por isso, a correção é um ato importante, mas a forma como ela é entregue é fundamental. Instrua os professores a revelarem as notas individualmente, e a oferecerem mais do que apenas um feedback sobre o que está certo ou errado, buscando sempre explicar exatamente quais foram os acertos e erros para que os alunos entendam suas falhas e procurem melhorá-las.



3. Saber ouvir os feedbacks dos alunos


Reciprocidade é tudo. De nada adianta reclamar sobre um problema e não saber ouvir e compreender as queixas alheias. Os alunos precisam estar interessados no que lhes é proposto, ou o esforço do docente em lecionar gerará apenas um desgaste para ambos. O professor precisa estar atento para perceber os maiores desafios em sala e desenvolver alternativas para saná-las.



Mas como fazer isso se os horários dos professores toma tanto seu tempo? 


Com auxílio de softwares eficazes! Quando o URÂNIA gera um horário escolar, mais de 40 elementos pedagógicos diferentes são levados em consideração, resultando em um horário que potencializa o aprendizado dos alunos. Estes elementos são fruto do conhecimento acumulado desde o início de seu desenvolvimento e de sugestões dadas pelos usuários do programa. URÂNIA é um programa completo para quem deseja elaborar a grade dos professores sem dificuldades e, principalmente, sem investir muito tempo dos responsáveis por esta tarefa, liberando-os para outras atividades dentro da instituição.


Para mais informações, acesse o nosso website.


Gostou? Acreditamos que com essas recomendações você poderá notar melhoras significativas na aplicação da estratégia pedagógica. Sinta-se à vontade para compartilhar nos comentários abaixo suas dicas e experiências.



25 de julho de 2018 - 09:00 - atualizado em 12 de julho de 2018 - 09:15

COMENTÁRIOS PARA ESTE POST