☣️ COVID-19 ☣️ atendimento durante a quarentena: Seg a Sex das 09h às 18h | exclusivamente por CHAT, WhatsApp e e-mail

5 dicas de como melhorar o desempenho dos alunos em sala de aula

Tempo estimado de leitura: 6 minutos

A rotina escolar é a base de uma escola e determina como será o dia a dia dos alunos e professores. O horário escolar é o que organiza todas as atividades da instituição e sua elaboração exige muita atenção dos gestores, já que uma grade mal estruturada pode comprometer o desempenho dos alunos em sala de aula.

Com um horário escolar bem desenvolvido de acordo com as necessidades dos professores e das turmas, é possível aumentar o rendimento dos profissionais e melhorar o engajamento dos alunos. Por isso, elaborar a grade é uma tarefa complexa e que merece atenção, pois tem impacto direto sobre a rotina escolar e o desempenho dos alunos em sala de aula.

Entre os desafios para a elaboração de um horário eficiente estão a dificuldade de conciliar a disponibilidade dos professores, as necessidades da escola e ainda evitar o excesso de janelas, que prejudicam a produtividade de docentes e alunos.

A grade e a disposição das aulas têm grande influência sobre o aprendizado dos alunos em sala de aula, pois um horário mal organizado pode sobrecarregar os estudantes e reduzir o aproveitamento das disciplinas. Por isso, é preciso encontrar um equilíbrio entre as disciplinas para melhorar o desempenho pedagógico da escola como um todo.

Os professores que precisam cumprir uma longa jornada de trabalho também ficam cansados, sobrecarregados e não conseguem dar o seu melhor em sala de aula. Assim, uma das formas de melhorar o desempenho de todos os envolvidos na rotina da instituição é elaborar o horário escolar com cuidado e atenção, respeitando a disponibilidade dos docentes e levando em consideração o aprendizado dos alunos. 

Dessa forma, a escola também estará preparada para agir com relação aos imprevistos comuns do dia a dia.

Confira 5 dicas para melhorar o desempenho dos alunos em sala de aula:

1.Equilibrar aulas geminadas e aulas com dias de intervalo

Ambas as formas têm seus benefícios e a escolha por um modelo ou outro depende da preferência do professor e da carga horária semanal da disciplina.

As aulas geminadas, também chamadas de aulas duplas, podem ser inevitáveis em disciplinas com maior carga horária e contribuem para o aprendizado dos alunos, já que o conteúdo é continuado sem interromper a concentração. Com isso, é possível evitar a dispersão e economizar o tempo para a realização de uma segunda chamada.

Já as disciplinas com menor carga horária devem ser distribuídas com pelo menos um dia de intervalo, para que o aluno absorva melhor o conteúdo e tenha tempo para aprofundar seu aprendizado. Além disso, distribuir as disciplinas dessa forma facilita a aplicação de trabalhos, provas e outros projetos.

Porém, é importante ficar atento ao equilíbrio, pois o excesso de aulas duplas pode sobrecarregar alunos e professores, reduzindo seu desempenho.

2.Levar em consideração as aulas de Educação Física e os intervalos

Nos momentos de intervalo entre as aulas e também na disciplina de Educação Física os alunos se distraem e podem demorar para recuperar a concentração nas próximas aulas.

Por isso, sempre que possível, evite repetir a mesma disciplina nesses períodos, pois geralmente os alunos voltam mais agitados, cansados e com dificuldades para voltar a focar no conteúdo da aula.

3.Reduzir a repetição de disciplinas no primeiro e últimos horários

Ao distribuir as aulas, fique atento para que a mesma disciplina não seja alocada com frequência no primeiro ou último horários.

Quando uma matéria é sempre aplicada para uma turma no primeiro horário, os alunos que chegam atrasados perdem muito conteúdo e, consequentemente, diminuem seu desempenho. Da mesma forma, no último horário os alunos já estão cansados e com dificuldades de concentração e isso pode prejudicar o entendimento do assunto lecionado.

4.Procurar equilibrar matérias de mesma área de conhecimento

Todas as disciplinas são importantes para a formação dos alunos, mas é preciso considerar as dificuldades de cada um. Algumas matérias, como matemática e física, por exemplo, podem exigir mais dos estudantes.

Assim, se estiverem acumuladas em um único dia pode sobrecarregar os alunos e prejudicar sua rotina de estudos. Ao priorizar uma grade equilibrada, a escola demonstra que está preocupada com o desempenho dos alunos e também aumenta seus índices de aproveitamento, pois estudantes motivados têm notas mais altas. 

Para isso, o ideal é elaborar um horário escolar que distribua as disciplinas das várias áreas do conhecimento de forma equilibrada e de acordo com a carga horária determinada pela instituição de ensino.

5.Mudar o horário escolar durante o ano

Nem sempre é possível fazer com que todas turmas ou disciplinas da escola estejam de acordo com as orientações citadas acima.

Por isso, é importante alterar o horário ao longo do ano para que as lacunas sejam preenchidas e todos os alunos tenham as mesmas oportunidades. A sugestão é utilizar, no mínimo, dois horários diferentes durante o ano letivo, o que também permite que as solicitações dos professores sejam atendidas sempre que possível.

Dica bônus: como elaborar grades com qualidade pedagógica

Se elaborar os horários escolares ainda é um problema na sua escola, saiba que existe uma solução completa para resolver de vez essa tarefa que toma muito tempo e energia dos gestores.

O URÂNIA é um programa que resolve os horários escolares de mais de 5 mil instituições de ensino em todo o Brasil. Assim, você elabora uma grade com qualidade de forma rápida e fácil. 

Confira os benefícios do URÂNIA para melhorar o desempenho dos alunos em sala de aula:

  • Cumprimento da carga horária desde o primeiro dia de aula;
  • Horários equilibrados e alunos descansados com a distribuição de disciplinas por peso;
  • Prevenção ao mau aproveitamento e baixo rendimento por atrasos ou cansaço;
  • Diminuição da evasão escolar e alunos mais engajados;
  • Aumento da motivação e dos índices de aproveitamento dos alunos;
  • Integração da escola com a comunidade escolar.

O URÂNIA utiliza uma inteligência artificial e leva em consideração mais de 40 elementos pedagógicos diferentes para elaborar a grade. Estes elementos são frutos do conhecimento acumulado desde o início de seu desenvolvimento e de sugestões dadas pelos usuários do programa.

Além disso, o software possibilita que a grade seja alterada sempre que necessário sem prejudicar o rendimento de alunos e professores. 

Com o URÂNIA você elabora os horários de várias sedes ao mesmo tempo e pode testar diversas combinações para distribuir as disciplinas da melhor maneira possível.

Assim, você pode utilizar o horário escolar para melhorar o desempenho dos alunos em sala de aula e garantir a qualidade da instituição de ensino como um todo. Confira os depoimentos de quem utiliza o URÂNIA na rotina escolar e entre em contato com os nossos consultores para assinar o software.